Logo Instituto Barrichello Kanaan
Página inicial > Lista de notícias > Época de Olimpí­adas, época de reflexão.
16/08/2016

Época de Olimpí­adas, época de reflexão.

Impossí­vel nío se envolver com uma Olimpí­ada. Principalmente, quando ela está acontecendo em nosso próprio paí­s. Saber que estamos recebendo atletas e torcedores do mundo inteiro reunidos por um íºnico propósito, o esporte, é muito satisfatório. Mas o que está por trás das Olimpí­adas? Você sabia que a história dos jogos olí­mpicos é muito antiga e traz consigo uma série de valores?


As olimpíadas originaram-se por volta do século VIII a.C, na cidade de Olímpia, uma das cidades-estados da Grécia Antiga.


Na tradição mitológica, os jogos de Olímpia foram criados pelo herói Hércules, filho de Zeus com uma mortal. Hércules havia sido obrigado pela deusa Hera a realizar doze trabalhos considerados impossíveis. O quinto deles, consistia em limpar os currais do rei Áugias, habitado por milhares de animais e sujo havia 30 anos. Hércules teve sucesso na limpeza e para comemorar, decidiu inaugurar um festival esportivo em Olímpia, homenageando Zeus, seu pai.


As aberturas das Olimpíadas sempre contaram com algumas tradições, dentre as quais o acendimento da chama olímpica, prática que sobrevive até hoje. A chama é uma referência ao episódio da mitologia grega que narra o roubo do “fogo sagrado” de Zeus (deus dos deuses) por Prometeu para que pudesse ser entregue aos seres humanos. Prometeu era conhecido como o titã defensor dos direitos da humanidade.


 Outros princípios, porém, foram renovados a partir do Movimento Olímpico contemporâneo, criado por Pierre de Coubertin, grande responsável pela relação entre esporte e educação para a juventude, ressaltando que mais importante do que a vitória nas competições, é a participação na disputa.


Nasce então, o Olimpismo, conjunto de valores pedagógicos e filosóficos do Movimento Olímpico que considera o esporte como instrumento para a promoção de paz, união, respeito as regras e aos adversários. Diferenças culturais, étnicas e religiosas são importantes pilares desta forma de pensar, baseados na combinação de esporte, cultura e meio ambiente. Os valores essenciais do Olimpismo são: amizade, respeito e excelência. Amizade pelo fato de ser um encontro entre os povos que celebra a diversidade. Respeito as regras e ao semelhante são necessários para uma competição justa, evocando o jogo limpo. Excelência, por ser um momento de todos se esforçarem mostrando o seu melhor equilibrando o corpo e a mente.


Os primeiros Jogos Olímpicos da era moderna foram celebrados em Atenas, Grécia, em 1896 e foi apenas em 1914, que a bandeira olímpica que conhecemos até hoje foi adotada, composta por cinco anéis entrelaçados, representando a união dos cinco continentes.


Estamos, portanto, na 120ª Olimpíada da era moderna. Isso sem contar as da Antiguidade. Não se trata simplesmente, de um evento que ocorre a cada quatro anos. Muito mais do que isso: As Olimpíadas representam o mundo inteiro reunido em torno do esporte, seguindo princípios de paz.


A abertura da Olimpíadas deste ano emocionou o mundo inteiro e transmitiu fortes mensagens de inclusão e sustentabilidade. Cada atleta em jogo leva um pouquinho de sua história, sua cultura, seus sonhos..."  No fim, o que está literalmente "em jogo", vai muito além de práticas e competição: as Olimpíadas são a representação do que ainda temos de união e, principalmente, de esperança em um mundo melhor.


Portanto, nas Olimpíadas de 2016, aproveite para vibrar com cada competição. Vibre pelo Brasil mas vibre também pelo Japão, pelo Egito, pelo Afeganistão, pelo Catar... Vibre para que os valores depositados nos jogos possam radiar por aí e espalhar esperança. Vibre, acredite e acima de tudo, deposite em suas próprias práticas esportivas, os valores positivos que o esporte carrega em sua essência. As Olimpíadas acontecem a cada quatro anos. Mas os valores e princípios do Olimpismo, podem acontecer todos os dias." 

Mais Noticias