Logo Instituto Barrichello Kanaan
Página inicial > Lista de notícias > Brincar é fundamental para o desenvolvimento
13/05/2016

Brincar é fundamental para o desenvolvimento

Por agência mam para Instituto Barrichello


Imagine-se em um mundo onde você não conhece nada. Desesperador, não? Pois é exatamente assim que o mundo parece ser para uma criança. Ela não conhece absolutamente nada. Assim, o brincar, é um grande portal onde a criança acessa e descobre, com acertos e erros, os sentidos do novo mundo.


Não só para ensinar como o mundo funciona, as brincadeiras também estimulam, desde cedo, a criança a entender seu papel dentro dele. Valores morais, sentimentos, independência, como lidar com derrota, como desenvolver autoestima e autoconhecimento, podem ser aspectos a serem aprendidos em simples brincadeiras que promovem a interação com outras crianças. Por essas razões, os pais precisam participar das brincadeiras também! Eles que passarão, de forma lúdica, os valores da sociedade em que vivemos.


Além disso, existem brincadeiras e jogos que exigem maior resistência física, estimulam os sentidos, o equilíbrio, a coordenação motora, além de velocidade e noção de espaço. Não é à toa que, no mundo globalizado, vem surgindo até academias adequada às crianças, onde podem desenvolver justamente essas atividades. Isto é, um ambiente em que elas são “obrigadas” a brincar. 


Outro ponto é que as brincadeiras exercitam, também, o cérebro e não só os músculos. Os jogos em grupo permitem que as crianças desenvolvam habilidades sociais, saibam como trabalhar a curiosidade, a competitividade, o raciocínio lógico e, é claro, como desenvolver a criatividade. Quando a criança imagina situações que, um dia, em sua vida adulta se tornarão reais, ela é capaz de ter um pensamento mais rápido, e assim solucionar problemas com mais facilidade.


É preciso entender que brincar não é sinônimo de ter muitos brinquedos. A imaginação fértil da criança é capaz de transformar os objetos mais simples como uma caixa de papelão ou uma panela, em histórias extremamente criativas.


Nesse contexto, a Semana Mundial do Brincar, promovida pela Aliança Pela Infância, é um movimento para resgatar um hábito que vem se perdendo ao longo do tempo: o das brincadeiras “antigas”. Isso porque os jogos online não dão conta de tantos atributos de desenvolvimento e estão se tornando cada vez mais populares entre as crianças. 


Nessa semana, que este ano vai de 22 a 28 de maio, tem como tema “O brincar que encanta o lugar”, o Instituto Barrichello, que apoia o movimento, organiza espaços com atividades lúdicas, como: brincadeiras de rua (pula corda, esconde-esconde, bolinha de gude, queimada, entre outras), esportes (futebol, basquete, vôlei). Além disso, outro objetivo é promover a discussão entre os adultos sobre como garantir esse direito tão fundamental para todas as crianças.

Mais Noticias